° O vinho, acompanhando ou não, uma refeição ou aperitivo, deve-se adequar a todo um contexto do momento, harmonizando-se com o paladar da comida, ocasião e clima.

° Além de um complemento gastronômico, o vinho também é utilizado para adicionar um toque especial ao paladar de certos pratos, começando pela já tão conhecida “vinha de alhos”.

Como guardar:
Os vinhos devem ser guardados, de preferência na posição horizontal, em local com pouca luminosidade, e cuja temperatura não deve ultrapassar os 20°C.

Temperatura:
Para resfriar o vinho recomenda-se um balde com gelo, ou até mesmo a geladeira, mas jamais o freezer, porque o choque térmico tende a modificar as características.
Quanto à temperatura, não há que seguir regras impostas, e sim adequá-la ao gosto da pessoa, embora seja razoável levar em consideração alguns critérios básicos:
Espumante: O espumante deve ser gelado, para que a espuma se torne mais refrescante.
Vinho tinto: Vinho tinto, no inverno, deve ser tomado na temperatura entre 15 a 20°C, mas nada impede que, no verão, ele seja colocado na parte mais baixa da geladeira, por mais ou menos 30minutos.
Vinho branco: Vinho branco, no verão, deve ser degustado numa temperatura entre 8 a 10°C, e para isso, conservado num balde de gelo. No entanto, no inverno, a temperatura pode ser mais amena, e o balde de gelo, dispensado.
Vinho rose: Vinho rose, é um ponto intermediário de branco e tinto, e o critério para a sua temperatura deve harmonizar com o clima.

A arte de degustar:
_ Anule qualquer interferência no paladar, inclusive o fumo, ou qualquer outra bebida que não seja água.
_ Coloque uma pequena quantidade de vinho no copo adequado.
_ Passeie os olhos pelo liquido, analisando sua cor, reflexos, limpidez e brilho.
_ Aproxime o copo do nariz e concentre-se no aroma que dele exala. Gire o copo suavemente, enquanto vai percebendo novos aromas se desprendendo.
_ Leve o copo até à boca e sorva um pequeno gole, permitindo que o vinho entre em contato com as diferentes regiões da língua, pois cada uma capta um sabor distinto.
_ Tente decifrar a linguagem do vinho, contida em cada segmento, e procure definir com a sua linguagem, cada traço que o compõe.

Como acompanhar:
° Apesar de algumas regras básicas que deverão ser levadas em conta, para que se possa apreciar o vinho em toda a plenitude das suas características, o paladar é pessoal, e alguns conceitos podem ser inovados, desde que não resultem em grandes desastres.
° Nunca sirva coquetéis como aperitivo, pois estes irão alterar a sensibilidade do paladar, para os vinhos a serem servidos durante a refeição.
° Rosados e espumantes podem acompanhar todos os segmentos de uma refeição.
° Se servir vários vinhos a uma refeição, comece pelo mais leve e fraco, e termine com o mais forte e encorpado.
Vinhos não devem acompanhar:
_ Saladas temperadas com vinagre, pois o seu aroma ácido, altera o de qualquer vinho.
_ Pizzas, devido à acentuada combinação de temperos.
_ Sobremesas ácidas ou muito doces. Nota: Mesmo que se abra uma exceção com vinhos brancos doces, para cremes de baunilha, e tintos doces, para cremes de chocolate, evite usar vinhos brancos, roses ou tintos, secos, para qualquer tipo de sobremesa.

O vinho
E suas características

O vinho
E sua classificação

O vinho
E a comida

O vinho
E seu consumo

O vinho
E sua história

O vinho
Na literatura

O vinho
Na mitologia

O vinho
E suas propriedades

Veja que tipo de vinho combinar com a comida
CLIQUE NA IMAGEM AO LADO, PARA ESCOLHER O VINHO, SEGUNDO SUAS CARACTERISTICAS

Comidas ácidas, (temperadas com vinagre ou limão)

Embora não devam ser acompanhadas por vinhos, (principalmente no caso de saladas), em último caso, para que este não se torne insípido, deve ter uma acidez acentuada.

Comidas salgadas e/ou doces (com molhos doces ou frutas)

O vinho deverá ter aroma frutado e ser ligeiramente doce.

Comidas temperadas ( com ervas ou iguarias)

Para que o sabor da comida não se sobreponha ao do vinho, deve-se acompanhar ( na razão direta ao grau de tempero),com vinhos encorpados, macios, velhos e aromáticos.
     
Aperitivo
  Espumante bruto, Madeira seco, Vinho do Porto branco seco, Vinho Branco fresco frutado
     

Aves

Aves em geral

Vinho Tinto leve, jovem, com leve aroma e sabor

Aves fritas

Vinho Branco Seco

Grelhadas, ou com molho leve

Vinho Branco Seco, jovem de boa estrutura, ou maduro. Ou Vinho Tinto jovem

Com molho forte

Vinho Tinto, maduro e encorpado

Peru assado, pato ou ganso

Vinho Tinto, encorpado, macio, velho e aromático
     
Canapés
  Vinho Branco seco
     

Carnes vermelhas

Carnes vermelhas em geral

Vinho Tinto encorpado, com"bouquet"

Grelhadas ou com molho leve

Vinho Tinto, jovem, leve

Com molho forte

Vinho Tinto maduro, encorpado

Com molho branco

Vinho Branco encorpado

Vitela grelhada

Vinho Rosado seco

Presunto

Vinho Branco ou Tinto suave
     

Carne de porco

   
     

Consumés

  Água
     
Digestivos
  Branco doce, Espumante meio doce, Porto, Madeira meio doce, Xerez doce, conhaque
     
Entradas

Entradas em geral

Vinho Branco seco, Vinho Verde Branco, Espumantes secos

Caviar

Espumante bruto

Ostras cruas

Vinho seco, Espumante bruto
     

Fondues

De chocolate

Vinho Branco doce

De carne

Vinho Tinto jovem

De queijo

Vinho Branco ou Tinto leve
     

Frutos do mar

Frutos do Mar em geral

Vinho Branco

Cozidos ou grelhados, com molho leve

Vinho Branco leve, acídulo, ou Vinho Branco Verde

Gratinados, cozinhados com gordura, temperados com ervas ou especiarias

Vinho Branco seco, sem acidez, levemente envelhecido

Paella

Vinho Tinto, Branco ou Rosado, seco
     

Massas

Massas em geral

Vinho Tinto

Com molho suave

Vinho Tinto suave, frutado

Com muito condimento

Vinho Tinto encorpado, com"bouquet"

Com molho branco, tomate, ou frutos do mar

Vinho Branco seco

Com molho de carne ou queijos

Vinho Tinto
     

Peixes

Peixes em geral

Vinho Branco seco

Cozidos ou grelhados

Vinho Branco com leve acidez, frutado

Assados

Vinho Branco seco, encorpado

Bacalhau

VinhoVerde, ou Tinto encorpado
     
Queijos

Fondues

Vinho Branco ou Tinto leve

Queijos frescos ou leves

Vinho Branco

Queijos fortes ou defumados

Vinho Tinto

Queijo Minas, Ricota

Branco ou Rosado suave

Queijo Roquefort, Gorgonzola, Parmesão

Vinho Tinto encorpado

Queijo Prato, Cheddar

Vinho Branco ou Rosado seco, ou Vinho Tinto suave

Suflês

Vinho Rosado
     

Saladas

Saladas em geral

Vinho Branco Seco

Com folhas verdes

Vinho Tinto

Saladas temperadas com vinagre

Não acompanhe com vinho, pois o seu aroma ácido, altera o de qualquer vinho.
     
Sobremesas

Sobremesas em geral

Vinho licoroso doce ou meiodoce. Espumante doce.

Sobremesas ácidas ou muito doces

Acompanhe com água

Sobremesas com chocolate ou nozes

Não acompanhe com Espumante
   
     
Sopas

Com pedaços

Vinhos secos, Rosados e Espumantes

Cremosas

Xerez meio seco, Madeira meio seco
   

SABOR

/RECEITAS